Como converter um vídeo do YouTube em aquivo MP3

Fabiana Schiavon

Se a única fonte que você tem para ouvir aquela música incrivel é o YouTube, seus problemas acabaram.

Com o Listen To YouTube, basta colar o link do vídeo de seu interesse e dar enter. O site vai gerar um arquivo para baixar, no formato MP3. Dá pra escolher até a qualidade.

Fiz um teste com Perry Mason do Ozzy e ficou legal mesmo no meu fone tosco 🙂

Estão de olho em você no Facebook

Camila Zanqueta

Você já deve estar cansado de ler e ouvir recomendações sobre os cuidados com as informações postadas em redes sociais. Seus dados pessoais, informações sobre família e outros assuntos devem ser protegidos. Mesmo com tantas recomendações, muitas pessoas ainda ‘abrem o coração’ nas redes.

Falam mal do chefe, colegas de trabalho, reclamam do plantão e muito mais. Nos Estados Unidos quem pretende estar em uma boa universidade também deve ter cuidado com o que postam no Facebook, o portal Schools.com, especializado em educação, produziu um infográfico e revela que 80% das universidades consultadas já admite consultar o perfil dos candidatos no Facebook como parte do processo seletivo. Já pensou como seria isso aqui no Brasil?

Reading students like an open facebook, or how social media is reshaping college admissions
Courtesy of: Schools.com

Como expor seu conteúdo na web

Camila Zanqueta

Entre os maiores desafios de quem produz conteúdo para web hoje estão dois que destaco neste post: como trabalhar de maneira simples com a visualização de dados (daí minha paixão por infográficos) e como organizar e estudar o modo como se utiliza as ferramentas de divulgação de seu conteúdo (como blog e mídias sociais).

Existem várias soluções que nos ajudam nestes desafios. Mas é preciso disciplina para conhecer e trabalhar com cada uma delas. Muitas ferramentas gratuitas oferecem dados imprecisos e sem muita relevância. Tempo e pesquisa são fundamentais.

Passei por muitas, mas confesso que incorporei poucas a minha rotina. Divido com vocês as minhas favoritas.

Many Eyes

Esta é uma poderosa ferramenta para visualização de dados, em minha opinião por 2 motivos: é muito fácil de usar, intuitiva e por ter um banco de dados incrível de projetos já cadastrados com informações relevantes do mundo inteiro.

Para criar sua basta inserir os dados na plataforma e selecionar o tipo de visualização – mapa, gráfico, nuvem de tags entre outros. Para utilizar a ferramenta é preciso fazer um cadastro.

Ainda sobre visualizações aguardo ansiosa o lançamento do Visual.ly. Cadastre-se para receber as informações.

Twitter Topic Explorer

Esta é uma ferramenta para analisar como você utiza o Twitter, quais as palavras mais recorrentes e com que termos elas aparecem frequência. Tudo isso em uma visualização muito simples. É muito fácil de usar, basta inserir o nome do usuário a ser analisado.

A Páscoa do jeito que eu gosto – em infográfico

Camila Zanqueta

Um dos mais fofos dos últimos tempos, boa Páscoa pra vocês 🙂

Easter by the Numbers [infographic]
Via: DegreeSearch.org

Saber inglês é saber quase tudo

por Fabiana Schiavon

Se saber inglês já era importante, com a internet, ele virou imprescindível. Uma professora da inglês britânica até concorda com isso, mas alerta para o risco da morte das línguas. Segundo ela, dos 6 mil idiomas que temos hoje, podem restar apenas 600 em alguns anos.

Patricia Ryan lembra que o conhecimento de muitas culturas pode morrer com essas línguas e mais – para saber falar bem inglês e passar nos testes de certificação é preciso investir muito dinheiro, disponível para um número bem restrito da população mundial.

E quem disse que o conteúdo que está na internet não nos leva à reflexão?

Vídeo tem legendas em 7 idiomas

Como assistir a séries on-line

por Fabiana Schiavon


Você não é aficionado por séries de TV, prepare-se para se tornar um deles. Isso porque é preciso muito amor e dedicação para acompanhar os horários de TV ou bancar a TV por assinatura. Para acabar com esse dilema, hoje, além de canais como o TV Terra, há também o Videobb e MegaVideo.

Com ótima qualidade de vídeo e som, o Videobb tem organizada todas as séries por temporadas e episódios, induzindo o internauta a ver muitos episódios por dia. São raros os problemas com legendas e sincronia de som. Quem paga a versão premium pode baixar os episódios. Outra ponto a favor do site é que os vídeos carregam rápido – nada de ser cortado naquela cena incrível!

MegaVideo

O portal mais conhecido por quem caça séries na internet é ainda o MegaVideo. O site se define como uma “comunidade de vídeo on-line que permite a milhões de pessoas descobrir, assistir e compartilhar vídeos na internet”. Ele tem alguns probleminhas já que nem sempre a qualidade do vídeo está boa, as legendas são de chorar e os problemas de  sincronia de som e imagem também aparecem bastante. Mesmo assim, vale a pena utilizá-lo também, já que possui em rico acervo. O site só não é muito útil para encontrar as séries, aí é que entram os blogs!

Páginas como Loko Series e Tudo On-line organizam os episódios que estão no MegaVideo na ordem e por temporada. A única chateação desses sites todos é que eles não permitem que você assista por mais de 72 minutos de uma só vez. Mas, basta dar meia hora, tomar um café e voltar 🙂

** Favoritas das blogueiras: The Big Bang Theory, Fringe, True Blood, Desperate Housewives

Notícias do passado: está quase tudo na internet

Casório do Mick Jagger em 71? Tá tudo na web

por Fabiana Schiavon

Jornais e revistas do passado dizem muito sobre as comunidades que já passaram por aqui. O que era importante a todos saber, o que se vendia nos classificados, o que se comprava, o que era escândalo. O governo de São Paulo disponibilizou em seu site todo o arquivo do Última Hora. São 36 mil páginas digitalizadas, correspondentes a 60 meses do jornal, lançado em 51, plena Era Vargas. E, para comemorar seus 90 anos, a Folha de S. Paulo também lançou na web todo seu acervo.

O Google está tentando reunir o arquivo de todos os jornais do mundo no Google News Archive. Do Brasil, já está lá o Jornal do Brasil, do Reino unido, o Telegraph e o The Times. Clicando aqui, por ordem alfabética, se encontram muitos outros.

Mas, o mais interessante mesmo é buscar por assunto no Google News Archive. Ao digitar qualquer palavra, virão na resposta trechos de livros no Google Books e de jornais antigos já digitalizados. Para conhecer a ferramenta, a página já te dá algumas dicas, como Paul Mccartney e Mick Jagger.

Casório de Mick

Clique aqui e veja as respostas que se encontram em uma busca sobre o Mick Jagger. E aqui, uma notícia de 1971 no jornal canadense Edmonton Journal, retratando o casório de Mick, aos 27 anos.

Leia também: Como manter a leitura em dia pela internet